Cabelos mais bonitos durante a gravidez

As alterações hormonais que acompanham os nove meses influenciam positivamente a saúde e a beleza da sua cabeleira.

Durante a gestação os cabelos vivem um momento mágico: são abundantes, brilhantes, macios, esplêndidos. Tudo isto graças ao papel das hormonas.

O ciclo da vida do cabelo é constituído por duas fases de atividade e uma de pausa.

  • primeira fase: ANÁGENA ou fase de crescimento ativo. Esta fase tem uma duração variável que na mulher pode atingir mesmo 7 anos. Nesta fase, as células agem para formar gradualmente o cabelo que, na mulher, cresce aproximadamente 1 centímetro e meio por mês.
  • segunda fase: CATÁGENA ou fase de involução. Trata-se de uma fase de transição na qual o crescimento do cabelo para. É determinada pela paragem gradual das funções ativas do cabelo e tem uma duração média de duas semanas, durante as quais o bulbo sobe à superfície cutânea e prepara-se para a fase sucessiva;
  • terceira fase: TELÓGENA ou fase de repouso. O cabelo permanece ainda agarrado ao couro cabeludo durante três – quatro meses, antes de cair, e depois cai porque o bulbo suspendeu há algum tempo a atividade de crescimento. Seguidamente, o folículo entra novamente na fase anágena e recomeça um novo ciclo.

Durante o decorrer da gravidez instaura-se um novo equilíbrio hormonal que estimula o crescimento do cabelo: é por este motivo que os cabelos ficam mais fortes e mais bonitos. O considerável aumento de estrógenos (as hormonas femininas por excelência) que ocorre durante a gestação, comporta uma maior duração da fase de crescimento (anágena) em relação à fase de queda (telógena). Por outras palavras, os cabelos, que normalmente cairiam, continuam a crescer, tornando a sua cabeleira mais forte e luminosa.

Infelizmente depois do parto tudo volta a ser como antes, com uma queda brusca do aspeto do cabelo… Mas a maravilhosa novidade que terá ao seu colo, fá-la-á apreciar até alguns pequenos aspetos negativos do facto de já não estar grávida!
 
Loading
Loading